27 maio 2008

A IMPORTÂNCIA DO BESOURO ROLA-BOSTA PARA O ECOSSISTEMA



Dichotomius Anaglypticus: por que preservá-lo?


Por Leandro Cardoso Ribeiro de Oliveira - Graduando do Curso Engenharia Ambiental da Universidade FUMEC, 2005.


Este texto mostra uma das muitas e constantes irracionalidades do Homem, que vem contribuindo para abalar e destruir cada vez mais o seu meio, sua casa. Será que ele está cavando a sua própria sepultura? E ou, será que pelo ao menos ele está ciente disto?
Porém este artigo não busca apenas discutir a capacidade racional do Homem; busca, como outros, alertar a população de mais um impacto contra o meio ambiente, envolvendo o besouro Dichotomius Anaglypticus, ou popularmente conhecido como "Rola-Bosta". Esta espécie está sendo constantemente afetada, devido ao uso indiscriminado de endectoxidas, e, segundo listas elaboradas por algumas ONGs, como a Fundação Biodiversitas, Sociedade Brasileira de Zoologia, Instituto Terra Brasilis, este inseto se encontra na categoria "criticamente em perigo".
Por que esse besouro é tão importante? O que ele faz? Em que ele contribui para o meio ambiente? Essas são perguntas que muitos não fazem idéia da resposta.
O "Rola-Bosta" tem grande importância, como: é extremamente importante para o solo, pois evita a perda de nitrogênio, aduba o solo, diminui a liberação de amônia, aumenta a aeração do solo. Isso se deve ao seu ciclo de vida, através do qual ele cava galerias e deposita nelas as fezes dos mamíferos, principalmente dos bovinos; contribui com os pecuaristas, pois é o principal agente controlador da "Mosca-de-chifre" e de outros ectoparasitas, através do enterro das fezes frescas, as quais impedem a eclosão dos ovos; quebra as fases de desenvolvimento dos parasitas gastrointestinais nos bovinos, auxiliando no controle das verminoses; contribui na limpeza das pastagens, evitando, assim, o sub-aproveitamento das pastagens porque, como se sabe, os bois não se alimentam em áreas que defecam.
Através desta reflexão das utilidades do besouro, podemos, assim, dizer que realmente ele tem grande importância junto ao meio onde vive. Então facilmente concluímos que este é um animal que tem e deverá ser protegido e preservado.
Infelizmente isto não é o que se vê, eles estão sendo dizimados devido a seres ignorantes que buscam apenas o seu bem próprio, e nunca buscam na natureza uma melhor e até mais eficaz solução para seus males.
􀀉 Graduando do Curso Engenharia Ambiental da Universidade FUMEC, 2005.
É por isso que estamos vivendo em mundo cheio de catástrofes, extinções, em que indivíduos egoístas impensáveis são os principais responsáveis, contribuindo para o fim do meio ambiente, e, conseqüentemente a uma perda significativa da população de BESOUROS "ROLA-BOSTA".

5 comentários:

  1. "Destruimos por q desconhecemos"
    - A ignorancia é um dos maiores males. Está diretamente associada à intolerancia, ao ataque, à extinção de outros seres. Reflitamos: Temos o direito e a razão de extirpar outros seres vivos aparentemente não-úteis à NATUREZA?
    - Se formos capazes de recriar o menor dos seres que seja, trazermos à vida...

    ResponderExcluir
  2. eu coleciono besouros dos grandes com chifres, tenho 1 grandão morto com um chifre formado, ja encontrei morto e um médio com 3 chifres vivo, nao sei como faço para cria-lo quero colecionar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não colecione!! Solte o besouro... Vá colecionar figurinhas, amigo! Deixe o que é vivo livre!

      Excluir
  3. Aqui onde eu moro, sempre aparecem esses adoráveis trapalhões. Vivo desvirando eles, livrando das garras das minhas cachorras. Eu acho esses insetos lindos. Já vi um verde metálico (já morto), ele devia medir de 11 à 15 cms. Enorme mesmo. Ele tinha um baita chifre. Agora mesmo eu socorri um pretão enorme de chifre, e ele ficou resmungando um tempão kkkkk

    ResponderExcluir